Comissão Europeia acusa Google de abuso de posição dominante

Google e empresa-mãe, Alphabet, têm agora 12 semanas para exercer o seu direito de defesa

A Comissão Europeia acusou hoje a Google de abuso da sua posição dominante, por restrições impostas aos fabricantes de dispositivos Android e aos operadores de redes móveis, em violação das regras comunitárias em matéria de concorrência.

Saiba Mais: Android – Comissão Europeia acusa Google de abuso de posição dominante

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.